Uso de briófitas em canteiros de plantio familiar para auxiliar na prevenção à herbivoria.

Título

Uso de briófitas em canteiros de plantio familiar para auxiliar na prevenção à herbivoria.

Autor

Ferreira, Tereza da Silva

Colaborador

Fernandes, Silvia Dias da Costa

Descrição

A agricultura familiar estende-se por conceitos e terminologias diversas, o agricultor de subsistência tem o objetivo de enriquecer a alimentação de sua família com o cultivo realizado em pequenas propriedades, tendo como mão de obra o próprio núcleo familiar. Uma das pragas mais comum da horta familiar é a formiga, o combate eficiente dessas espécies se dá com uma série de formicidas, como sulfureto de carbono e brometo de metila, que devem ser manuseados e usados com cautela devido aos efeitos tóxicos. As formas alternativas, ecológicas e sustentáveis de combate às pragas são muito usadas na agricultura familiar. Como exemplo destacam-se o uso de folhas repelentes (hortelã, cebolinha verde, menta, lavanda, manjerona, alho, coentro) ou espalhar nos canteiros gergelim, carvão moído, farinha de osso, casca de ovo. O ideal é haja o controle preventivo, impedindo que as formigas cheguem até as plantas cultivadas. Sabe-se que algumas briófitas apresentam propriedades bactericidas e fungicidas, além de serem indicadoras da qualidade do solo e promoverem a retenção de água. Assim, o objetivo deste trabalho foi verificar se o uso de musgos ao redor de canteiros evita a aproximação das formigas e, o consequente ataque das plantas cultivadas. Foram preparados durante a pesquisa 14 (quatorze) canteiros de iguais dimensões (3x1m), dispostos lado a lado e com vários preparos de adubação, como esterco bovino, esterco de caprino, composto orgânico e sendo sempre o mesmo cultivo, com irrigação diária e plantio de alface, beterraba, coentro e cenoura. Primeiramente, foi feito o plantio em um dos canteiros, cujas plântulas foram parcialmente cortadas pelas formigas, toda população de alface e beterraba, e parte do coentro e cenoura; fez-se então a inserção das briófitas do gênero Bryum Hedw, família Bryaceae, retiradas da mata de galeria próxima ao experimento, ao redor deste canteiro uma semana após o plantio, as formigas deixaram de entrar no canteiro e o crescimento das plantas foi normalizado. Como prova da atuação das briófitas contra o ataque das formigas, foram utilizados, simultaneamente, os outros canteiros, o teste com briófitas ao redor, o controle, desprovido das briófitas e com extrato. A germinação e o crescimento das plantas no canteiro teste ocorreram sem incidência das formigas, apesar de existirem 13 formigueiros próximos aos canteiros. No entanto, as formigas entraram no canteiro controle e predaram as plantas cultivadas. Desta maneira, o estudo resultou na eficácia das briófitas contra o predatismo por parte das formigas, apesar de terem sido retiradas de seu habitat úmido, a única irrigação diária foi suficiente para sua adaptação nos canteiros, promovendo uma forma mais sustentável de prevenção a ataques de formigas nas hortas familiares. Mais estudos são necessários para verificar quais as espécies de musgos e respectivos produtos metabólicos atuam neste tipo de controle a pragas.

Assunto

Controle de pragas
Musgos
Predatismo

Data

2014

Editor

IFB Campus Planaltina

Direitos

A obra está regida pela licença pública Creative Commons. A obra continua protegida pela Lei de Direitos Autorais no 9.610, de 19 de fevereiro de 1998, sendo proibido qualquer uso da obra que não o autorizado sob esta licença ou pela legislação.

Idioma

PT

Tipo

TCC

Formato

81 p.

Fonte

062520RCG

Identificador

Referência

Ferreira, Tereza da Silva , “Uso de briófitas em canteiros de plantio familiar para auxiliar na prevenção à herbivoria.,” Biblioteca Digital de Trabalhos de Conclusão de Curso, acesso em 8 de fevereiro de 2023, https://bdtcpla.omeka.net/items/show/124.