Caminhos da agroecologia: um olhar sobre o ensino e a pesquisa

Título

Caminhos da agroecologia: um olhar sobre o ensino e a pesquisa

Autor

Balla, João Vitor Quintas

Colaborador

Massukado, Luciana Miyoko

Descrição

Por décadas, as ciências agrárias têm perpetuado os modelos produtivos insustentáveis introduzidos especialmente pela Revolução Verde. Na tentativa de reverter os danos ambientais, econômicos e sociais resultantes desse paradigma, surge a Agroecologia como uma ciência holística, adaptável e dinâmica. A Agroecologia tem crescido sobremaneira nos últimos tempos. Sua introdução nas instituições de ensino se deu, em especial, a partir dos anos 2000 e desde então, diversos cursos são criados anualmente. Diretamente relacionado ao aumento dos cursos de Agroecologia está o crescimento da pesquisa na área. Porém, são poucos e dispersos os estudos que realizam uma análise sistemática sobre o ensino e a pesquisa, voltados para apresentar dados quantitativos que confirmam a expansão da Agroecologia no Brasil, tendo destaque as pesquisas de Aguiar (2010) e Pinto (2012). Com o objetivo de complementar a literatura existente, este trabalho se propôs a quantificar o total de cursos de Agroecologia em funcionamento no Brasil e algumas de suas caraterísticas, nos níveis técnico, graduação e pós-graduação. Fez-se também uma avaliação da pesquisa em Agroecologia, apresentando dados sobre quantidade de pesquisadores, principais periódicos e eventos na área. Para obtenção das informações foram utilizados os sistemas e-SIC, e-MEC, SISTEC, o site da CAPES e o site do CNPq. Ademais, foram enviados e-mails e realizadas diversas ligações telefônicas. Ao final, observou-se o amplo alcance que a Agroecologia possui no Brasil. Para uma ciência tão recente, como muitos a consideram, a Agroecologia já apresenta dados muito significativos. Durante o período da pesquisa foram localizados 136 cursos, sendo 108 cursos técnicos, 24 cursos de graduação e 4 cursos de pós-graduação stricto sensu. Existem também quatro periódicos científicos brasileiros diretamente relacionados à Agroecologia. Com relação aos grupos de pesquisa, foram localizados 280, envolvendo um total de 8.097 pesquisadores. Contudo, tanto a educação como a pesquisa em Agroecologia passam por problemas que precisam ser solucionados. Especialmente, em relação a “como fazer” o ensino e a pesquisa em Agroecologia. Conclui-se ao fim desta pesquisa, o inegável crescimento e aperfeiçoamento do ensino e da pesquisa em Agroecologia no Brasil.

Assunto

Agroecologia (ensino)
Agroecologia (pesquisa)

Data

2013

Editor

IFB Campus Planaltina

Direitos

A obra está regida pela licença pública Creative Commons. A obra continua protegida pela Lei de Direitos Autorais no 9.610, de 19 de fevereiro de 1998, sendo proibido qualquer uso da obra que não o autorizado sob esta licença ou pela legislação.

Idioma

PT

Tipo

TCC

Formato

105 p.

Fonte

042820DLJ

Identificador

Referência

Balla, João Vitor Quintas, “Caminhos da agroecologia: um olhar sobre o ensino e a pesquisa,” Biblioteca Digital de Trabalhos de Conclusão de Curso, acesso em 26 de setembro de 2022, https://bdtcpla.omeka.net/items/show/29.