Análise fisiológica de plantas de cobertura do solo submetidas à regime hídrico variável

Título

Análise fisiológica de plantas de cobertura do solo submetidas à regime hídrico variável

Autor

Zimmermann, Janna Naomy Oliveira

Colaborador

Ferreira, André Pereira

Descrição

O objetivo deste trabalho foi avaliar a dinâmica da fisiologia das plantas de cobertura sob regime hídrico variável. O experimento foi conduzido na Embrapa Cerrados (Planaltina-DF) em um latossolo vermelho, textura argilosa, fase cerrado avaliando durante os meses de abril a outubro três plantas de cobertura: amaranto, quinoa e milheto. A irrigação foi calculada de acordo com a velocidade de uma barra irrigadora ligada a um carretel, e após 30 dias do plantio, foi iniciado o controle da lâmina, de 117 a 597 mm (irrigação em níveis) durante o ciclo, o que proporcionou variabilidade no crescimento vegetal. As unidades experimentais foram constituídas com 8 linhas de semeadura das espécies, espaçadas de 0,4 metro, com oito metros de comprimento, resultando numa área de 25,6 m2. Cada lateral da barra irrigadora irrigou 4 parcelas, concentrando as maiores lâminas na área central (line source). Foi adotado o delineamento de blocos ao acaso em esquema de parcelas subdivididas, sendo a parcela principal o nível de água e a sub parcela a espécie de cobertura (amaranto, quinoa e milheto), com quatro repetições. Após início do tratamento com irrigação foram avaliadas semanalmente variáveis fisiológicas: conteúdo relativo de água (CRA), indicadores de clorofila e área foliar. Todo o sistema foi manejado como plantio direto. As variáveis fisiológicas investigadas apresentaram comportamento adverso para as espécies e lâminas aplicadas. Para o CRA a quinoa apresentou maior estabilidade de água retida na folha. O milheto apresentou maior Índice de Clorofila Falker (IFC) da clorofila A ao longo do ciclo comparando com a quinoa e o amaranto. As oscilações do IFC da clorofila B para o milheto e para a quinoa após a metade do ciclo ocasionaram em aumento do percentual de clorofila A e a redução da clorofila total para as maiores lâminas. A área foliar do amaranto e da quinoa foi variável para as lâminas aplicadas, enquanto o milheto adaptou a área foliar em função das lâminas aplicadas.

Assunto

Estresse hídrico
Pseudocereais
Line source

Data

2016

Editor

IFB Campus Planaltina

Direitos

A obra está regida pela licença pública Creative Commons. A obra continua protegida pela Lei de Direitos Autorais no 9.610, de 19 de fevereiro de 1998, sendo proibido qualquer uso da obra que não o autorizado sob esta licença ou pela legislação.

Idioma

PT

Tipo

TCC

Formato

39 p.

Fonte

043020DLJ

Identificador

Referência

Zimmermann, Janna Naomy Oliveira, “Análise fisiológica de plantas de cobertura do solo submetidas à regime hídrico variável,” Biblioteca Digital de Trabalhos de Conclusão de Curso, acesso em 1 de dezembro de 2022, https://bdtcpla.omeka.net/items/show/62.