Explorando o modelo de rotação por estações no ensino de embriologia: uma proposta combinando a aplicação de modelos tridimensionais e o ensino híbrido

Título

Explorando o modelo de rotação por estações no ensino de embriologia: uma proposta combinando a aplicação de modelos tridimensionais e o ensino híbrido

Autor

Pires, Deborah Feliciano

Colaborador

Barbosa, Mayara Lustosa de Oliveira

Descrição

Ao analisar a literatura no ensino básico sobre Embriologia, observa-se que a abordagem apresentada possui nomenclaturas desconhecidas, formas complexas e ricas em detalhes, fato que pode aumentar a dificuldade dos estudantes em aprender o conteúdo. O uso de modelos tridimensionais (3D) permite manuseio e visualização macroscópica das estruturas descritas nos livros ou visualizadas apenas em duas dimensões. Esta pesquisa objetivou desenvolver e avaliar modelos 3D para ensino de Embriologia, utilizando como metodologia de aplicação o modelo de “Rotação por Estações” (RpE), do Ensino Híbrido. Para tanto, foi utilizada uma turma controle (TC) com aula convencional, e uma turma experimental (TE), na qual houve a aplicação dos modelos no formato RpE. Inicialmente os estudantes responderam um pré-teste com intuito de verificar os conhecimentos prévios. Em seguida, a TE foi dividida em três grupos, com atividades a serem desenvolvidas utilizando os modelos, sendo que os estudantes alternavam entre três estações após um tempo. Posteriormente, ambas as turmas realizaram um pós-teste e um questionário de opinião e conhecimento foi aplicado cinco meses após a metodologia. Ao avaliar os pré-testes, foi identificado que a TC possuía maior conhecimento que a TE (p<0,05). Ao comparar somente os pós-testes, não houve diferença significativa entre elas. Entretanto, ao comparar pré e pós-teste, separadamente, observamos diferença significativa entre os testes da TE (p<0,05), mas não para os da TC (p>0,05), demonstrando que houve maior rendimento para a turma que utilizou o modelo 3D combinado à metodologia de RpE. No último questionário também se verificou a aprovação com relação à metodologia, bem como maior retenção mnemônica por parte dos estudantes da TE. Pelos resultados é possível inferir que a aula com o uso dos modelos didáticos 3D foi útil e melhorou o rendimento da TE.

Assunto

Modelos tridimensionais
Ensino híbrido
Rotação por estações
Embriologia

Data

2019

Editor

IFB Campus Planaltina

Direitos

Liberação parcial dos dados de publicação: resumo e metadados

Idioma

PT

Tipo

TCC

Formato

1 p.

Fonte

04182020DLJ

Identificador

Referência

Pires, Deborah Feliciano, “Explorando o modelo de rotação por estações no ensino de embriologia: uma proposta combinando a aplicação de modelos tridimensionais e o ensino híbrido,” Biblioteca Digital de Trabalhos de Conclusão de Curso, acesso em 16 de agosto de 2022, https://bdtcpla.omeka.net/items/show/9.