Sistemas agrocerratenses como estratégia para a conservação da biodiversidade do cerrado

Título

Sistemas agrocerratenses como estratégia para a conservação da biodiversidade do cerrado

Autor

Lima, Paula Lucio de
Abreu, Viviane Evangelista
Tavares, Patrícia Dias

Descrição

Os sistemas biodiversos têm sido implementados na agricultura como forma de produção aliados à conservação dos recursos naturais, entre eles destacam-se os sistemas agroflorestais (SAF) que une fatores ecológicos, ambientais e sociais em seus desenhos. Todavia, são desenvolvidos, em sua maioria, com espécies exóticas ao Cerrado. O que pode gerar o armazenamento de sementes exóticas no banco de sementes do solo e alterar a dinâmica das fitofisionomias. O objetivo desse estudo foi identificar o uso de espécies nativas do Cerrado em sistemas agroflorestais no Distrito Federal, com intuito de construção coletiva e diálogos para a constituição de Sistemas Agrocerratenses. Ou seja, sistemas que possuem em sua maioria espécies nativas que fomentam o plantio e comercialização de alimentos, fitoterápicos e outros produtos nativos. Bem como, de forma especial a conciliação com a paisagem nativa de formações savânicas, ao favorecer o uso de herbáceas, arbustivas e arbóreas autóctonas. Os levantamentos florísticos alinhados às metodologias participativas foram realizados na estação chuvosa e estação seca do ano de 2019. A composição dos sistemas analisados é representada por 73,94% de espécies exóticas e 26,06% de nativas do Cerrado. Entre as nativas, 81,08% são de arbóreas, com apenas 16,22% espécies arbustivas e 2,7% relativas ao estrato herbáceo. Realizaram-se ainda levantamentos florístico no remanescente de cerrado sensu stricto do assentamento da reforma agrária, com finalidade de identificar espécies com potencial para coleta de sementes e aumento da flora nativa nos agroecossistemas. A partir das listas de espécies levantadas produziram-se estudos acerca da ecologia de saberes (diálogos popular e técnico-acadêmico) sobre tratos culturais, funções produtivas e ecológicas das espécies nativas. Observa-se que as espécies nativas são capazes de desempenhar importantes funções produtivas, tanto quanto as espécies exóticas de uso consagrado, porém com capacidade ímpar de contribuição a restauração ecológica de fitofisionomias do Cerrado.

Assunto

Sistemas biodiversos
Restauração ecológica
Metodologias participativas
Levantamento florístico

Pluriatividade econômica

Data

2020

Editor

IFB Campus Planaltina

Direitos

Liberação parcial dos dados de publicação: resumo e metadados

Idioma

PT

Tipo

Artigo Publicado

Formato

27 p.

Fonte

12232020RCG

Identificador

Referência

Lima, Paula Lucio de , Abreu, Viviane Evangelista , e Tavares, Patrícia Dias , “Sistemas agrocerratenses como estratégia para a conservação da biodiversidade do cerrado,” Biblioteca Digital de Trabalhos de Conclusão de Curso, acesso em 8 de fevereiro de 2023, https://bdtcpla.omeka.net/items/show/148.